SERVIDOR EFETIVO AGORA PODE SER DEMITIDO…???

Quem nunca sentiu nos nervos a angustia que dá, quando precisamos de algum serviço público? Quem nunca ficou sabendo de mamatas de alguns funcionários públicos efetivos têm durante toda sua vida? Quem nunca soube das perseguições de políticas contra Funcionários públicos. Mas a coisa começa a mudar depois de quase um século.

Proposta foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça, que permite que, funcionários Efetivos possam ser demitidos

Não será assim uma limpeza geral e administrativa não… O Funcionário Efetivo terá diversas possibilidades de escapar das perseguições políticas. Antes de levar o “está demitido”, o funcionário será avaliado constantemente e por dois a 5 anos . Talvez dará o mesmo trabalho que dá hoje, mas haverá a possibilidade da demissão ser permitida literalmente por Lei.

https://amarildocharge.wordpress.com/2016/04/25/raposa-e-raposos/

A fragilidade da proposta é não explicar como que nós, eleitores, poderemos acompanhar os processos de demissão. Isso porque é temeridade confiar na fiscalização dos vereadores.  A história política já nos ensinou o suficiente, para sabermos que Prefeito e vereadores comem no mesmo coxo e são unidos para que, legalmente via “eu aprovo” dos vereadores, um proteja o outro, para livrarem-se dos laços das Leis.

Infelizmente ainda não se viu nenhuma Lei aplicável de fato que puna prefeitos e seus aspones que persigam funcionários concursados que lhes são incomodam. É normal inclusive, que funcionários efetivos, que não podem ser demitidos, serem remanejados para setores diversos.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira (4), a proposta que acaba com a estabilidade no serviço público para servidores com baixo desempenho nas atividades desenvolvidas. Leia informações importantes clicando neste linkhttps://camilavazvaz.jusbrasil.com.br/artigos/506419728/comissao-do-senado-aprova-fim-da-estabilidade-para-servidores-publicos?utm_campaign=newsletter-daily_20171005_6104&utm_medium=email&utm_source=newsletter

 

 

 

Compartilhar com:

FacebookTwitterGoogleLinkedInRedditPinterest


Não se reprima... COMENTE