ALGO DE PODRE NO REINO DA PREFEITURA DE JANDIRA

O bicho tá pegando

Hoje o Tribunal de contas do Estado, julgou uma lambança feita pela administração Paulo Barufi.

Entendendo a sequência da lambança feita pela prefeitura de Jandira:

Conta a história que a prefeitura fechou um contrato sem licitação com uma empresa que já estava sendo processada e com membros da diretoria já procurada e outros já presos, por falcatrua feita em outras cidades.  Observem o link das reportagens – bote tento nas datas das reportagens.

Tribunal de Justiça de Cajamar pede prisão preventiva de presidente da FENAESC

Justiça decreta prisão de suspeitos de desvio de dinheiro da Saúde em Cajamar

Tempos depois (julho) reportagem dá conta que a prefeitura trocou a empresa

Após polêmica com FENAESC, Jandira escolhe nova empresa para administrar Hospital

Porem a confusão não terminou com este ato tardio, pois a prefeitura teve que pagar os funcionários da tal empresa.

Prefeitura de Jandira, IAGES e FENAESC reúnem-se com SEESP para tratar de demissão de enfermeiros

Prefeito Barufi, jornal Web Diário -“Barufi compara OS que administra Hospital de Jandira à Odebrecht  – clique no link

Portanto, o que começou errado, seus efeitos ainda perduram.

Tribunal de contas deu seu parecer sobre a lambança.

No julgamento feito ontem, 05/12/17, o tribunal de contas do Estado SP, destaca que era possível o prefeito saber do que estava acontecendo pois era público e notório o mal feito da empresa.

Nos posts do grupo Largados e Pelados, a coisa virou o samba do crioulo doido, e naquele grupo, o filho chora e a mãe não vê. É pau de quina sem guarida, sem piedade e direto no centro da canela para o peão largar mão de sêbesta

Todavia, importa destacar que pouco se observa ou se constata críticas a postura da câmara de Jandira. Sempre é bom lembrar que um prefeito não faz nada sem aprovação do Legislativo.

Sabe-se que aos vereadores, cabe fiscalizar os atos do Executivo (prefeito), mas inexplicavelmente não há da casa de Leis a indispensável fiscalização. Não há sequer um sinal de que se opuseram a um contrato eivado de tantas irregularidades.

A coisa ficou mais feia, porque a prefeitura pagou mais de um milhão de reais para a empresa processada pela justiça.

Como isso pode acontecer? Como explicar para a população alheia aos detalhes jurídicos e fiscais? Como convencer os eleitores que a emergência ou urgência, obrigou a prefeitura a fazer negocio tão escabroso?

A população atualmente, tem condições de intuir que há algo de podre no ar. Se não por conhecimento próprio, conhecerá graças a oposição que está se reforçando a cada dia que passa.

clique na figura para conhecer nova ideia de partido

Para piorar mais ainda a situação, no grupo Largados e Pelados, apareceu um áudio, onde a voz de uma pessoa, detalhava atos de distribuição de dinheiro entre vereadores, prefeitos etc. Verdade? Mentira? E agora Jose?

Pelo jeito, este deve ser o primeiro grande escândalo da atual administração Paulo Barufi, e a constatação que a câmara de vereadores, continua a lesma lerda de sempre.

Outro fato que também causa desconfianças e incertezas, é como pode acontecer tamanho desacerto, quando a prefeitura e a câmara, conta com diversos advogados, que, assessoram tanto o prefeito como a câmara de vereadores?

Com o Brasil tão conturbados entre ladrões contumazes da direita e ladrões cínicos da esquerda, fatos como este, causa um rombo na opinião pública.

Sabe-se que o vereador Zezinho, dedica seu tempo integral e sua profissão de caçador de votos , é oposição e  denuncia até a “mãe de sarampo” para conseguir se qualificar para algum cargo. Comenta-se que o caso Fenaesc, julgada pelo Tribunal de Contas, é de sua safra oposicionista. Ou seja:

o que os vereadores deveriam fazer, permitiu que um insistente candidato do Petismo Jandirense conseguisse fazer a fiscalização que os 13 vereadores não fizeram.

Claro que isso faz a população trabalhadora, ousar pensar que no tempo do Petismo foi diferente. Não foi não!

Só não dá para comparar Barufi com Bururu ou com Gê, pois, Bururu ficou na gorda cadeira por oito e tenebrosos anos do comando da cidade, e o Gê por quatro anos de uma administração sem pé e nem cabeça.

Mas, o que o atual prefeito Barufi esqueceu é que a sociedade hoje esta atenta. Sabemos que as lambanças   não serão totalmente do conhecimento dos eleitores, mas pouca coisa irá escapar da fiscalização dos chamados “do povo”.

já que a câmara insiste em sua inércia suspeitosa, é bom lembrarem que tem pau de quina no ar!

 

Compartilhar com:

FacebookTwitterGoogleLinkedInRedditPinterest


Uma opinião sobre “ALGO DE PODRE NO REINO DA PREFEITURA DE JANDIRA

  • 07/12/2017 em 00:08
    Permalink

    Como diria meu amigo Boris Casoi : Isso é uma vergonha

    Resposta

Não se reprima... COMENTE